Covid-19: Pesquisa quer saber como brasileiros lidam com isolamento social

por malucosems
em News
Acessos: 70

 

 

 

A pandemia de Covid-19 e o isolamento social adotado como medida coletiva de prevenção ao novo coronavírus modificaram profundamente a rotina dos brasileiros, afetando relações familiares, de trabalho e, também, o cuidado à saúde. Para compreender os efeitos dessa dinâmica sobre a vida e a saúde da população e fortalecer políticas públicas de saúde, o Icict/Fiocruz promove pesquisa on-line sobre como as pessoas vêm lidando com a pandemia e o isolamento social.  O estudo "Uso de Práticas Integrativas e Complementares no contexto da Covid-19 (PICCovid)" é o maior já realizado no Brasil sobre a temática. Por meio de um formulário on-line, são avaliadas questões sobre trabalho, renda, tarefas domésticas e cuidado à saúde, com ênfase no uso de Práticas Integrativas e Complementares (PICs). Com 40 perguntas, a pesquisa pode ser respondida por qualquer pessoa com mais de 18 anos e leva, em média, menos de 10 minutos para ser concluída. Acesse: http://bit.ly/PICCovid

A iniciativa é desenvolvida pelo Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), em parceria com o Observatório Nacional de Saberes e Práticas Tradicionais, Integrativas e Complementares em Saúde (ObservaPICS) e o Centro Universitário Arthur Sá Earp Neto (UNIFASE). "As PICs apresentam ótimos resultados na Saúde Mental, para sintomas como ansiedade, insônia e estresse intenso, bastante comuns durante o isolamento. Queremos entender como essas terapias vêm sendo utilizadas diante de sintomas da Covid-19, de doenças crônicas e como forma de autocuidado neste momento de distanciamento social", descreve Cristiano Boccolini, pesquisador em Saúde Pública do Laboratório de Informação em Saúde do Icict/Fiocruz. Além de Boccolini, participam da coordenação do estudo as pesquisadoras Patricia Boccolini, professora da UNIFASE, e Cristina Rabelais, também do Icict/Fiocruz.

Boccolini destaca que, apesar do recorte temporal, o estudo possibilitará traçar um panorama amplo e detalhado sobre a utilização das PICs no Brasil. "As PICs têm sido usadas para a melhoria da qualidade de vida, autocuidado, equilíbrio mental e emocional, mas não impondo ou propondo a substituição de condutas ou protocolos definidos pela comunidade científica para o tratamento da Covid-19", destaca o pesquisador.

Práticas Integrativas e Complementares (PICs)
O Sistema Único de Saúde (SUS) reconhece 29 Práticas Integrativas e Complementares (PICs), recursos preventivos e terapêuticos que auxiliam na promoção da saúde e integram a medicina complementar. Dados do Ministério da Saúde revelam que o uso dessas práticas vem aumentando no país: em atividades coletivas, como yoga e tai chi chuan, o crescimento foi de 46% entre 2017 e 2018. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), o número de atendimentos já ultrapassa os 2 milhões.

A coordenadora do ObservaPICS, Islândia de Sousa, explica que as práticas estão organizadas em quatro sistemas médicos complexos:  Ayurveda, Medicina Tradicional Chinesa, Homeopatia e Medicina Antroposófica. "Nesse universo, temos métodos de tratamento (fitoterapia e plantas medicinais, cromoterapia, aromaterapia, geoterapia, bioenergética, apiterapia, hipnoterapia, terapia floral, ozonoterapia); cuidados manuais e individuais (acupuntura, quiropraxia, osteopatia, massagens, reiki, imposição de mãos, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexologia, shantala); termalismo social e crenoterapia;  terapias corporais (tai chi chuan, ioga, lian gong, bioenergética); e terapias de grupo de apoio (Terapia Integrativa Comunitária, constelação familiar, biodança, dança circular)", descreve Islândia, que é pesquisadora da Fiocruz Pernambuco.

 

SERVIÇO
Pesquisa PICCovid: Uso de Práticas Integrativas e Complementares no contexto da Covid-19
Questionário on-line: http://bit.ly/PICCovid

 

Fonte: Icict/Fiocruz

ANIVERSÁRIO COSEMS-AM

por malucosems
em News
Acessos: 22

 

 

 

 

Há 27 anos, o COSEMS/AM colaborando com as gestões municipais, através da inteligência, para melhorar os serviços de atendimento em saúde. Hoje, o Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas é uma entidade forte e estável, reconhecida pela disseminação de conhecimento.

Comemoramos hoje mais um ano de trabalho, dedicação e compromisso com a saúde do estado. Parabéns a todos que fazem do COSEMS/AM a entidade municipalista mais atuante do Amazonas.

SAÚDE RIBEIRINHA NO GERENCIAMENTO PARA ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE NA UBS FLUTUANTE PARA ENFRENTAMENTO DA COVID-19 NO MUNICÍPIO DE AUTAZES/AM - GIGELLIS DUQUE VILAÇA

por malucosems
em News
Acessos: 124


O Conasems divulgou nessa semana, em live no Instagram, oito projetos selecionados na 3ª etapa da I Mostra Virtual Brasil, aqui tem SUS. Os trabalhos serão apresentados em duas rodas de conversa virtuais, nos dias 20/10 e 27/10. As lives fazem parte da programação do I Congresso Virtual do Conasems.

As inscrições foram encerradas no dia 27/09. Foram ao todo, nas três etapas de inscrição, 848 experiências inscritas e concluídas em nosso sistema, dessas, 625 foram avaliadas e pré-selecionadas pelos Cosems. Na etapa nacional, todas essas passaram então pela avaliação de três avaliadores externos, um grupo que já colabora há tempos com a realização da Mostra.

A Experiência que irá representar o Estado do Amazonas na “I Mostra Virtual: Brasil, Aqui tem SUS” será:


SAÚDE RIBEIRINHA NO GERENCIAMENTO PARA ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE NA UBS FLUTUANTE PARA ENFRENTAMENTO DA COVID-19 NO MUNICÍPIO DE AUTAZES/AM - GIGELLIS DUQUE VILAÇA – AUTAZES

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cosems-AM.

Confira a lista dos trabalhos selecionados na etapa da Mostra Virtual Brasil, aqui tem SUS

por malucosems
em News
Acessos: 336

O Conasems divulgou nesta segunda-feira (14), em live no Instagram, mais nove projetos selecionados na 2ª etapa da I Mostra Virtual Brasil, aqui tem SUS. Os trabalhos serão apresentados em duas rodas de conversa virtuais, nos dias 22/09 e 29/09. As lives fazem parte da programação do I Congresso Virtual do Conasems. 

Até o momento, nas duas etapas, foram inscritos 834 trabalhos e 381 foram pré-selecionados pelos Cosems para serem avaliados. Cada um deles passou pelo crivo dos avaliadores até a decisão final de escolher mais nove experiências exitosas no enfrentamento à Covid-19 nos municípios brasileiros.

Na live do dia 22/09, os autores de quatro projetos (Paudalho- PE, Quissamã- RJ, São João do Triunfo- PR, Brasília-DF e  Sítio Novo do Tocantins-TO) apresentarão seus trabalhos. Os outros cinco projetos (Altos-PI, Cerro Corá-RN, Porto Walter-AC e Anápolis-GO) participarão da live do dia 29/09. As transmissões serão feitas pelo canal do Conasems no YouTube

As inscrições para a I Mostra Virtual Brasil, aqui tem SUS seguem abertas de forma contínua até 27 de setembro no site do I Congresso Virtual do Conasems. Para conferir o regulamento, clique aqui.

Confira abaixo a lista com os nove municípios, projetos e autores dos trabalhos selecionados:


 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Conasems.

Segunda Seleção para a I Mostra Virtual Brasil, aqui tem SUS

por malucosems
em News
Acessos: 259

 

Acesse aqui e inscreva sua experiência

O período de seleção das experiências, está dividido em três períodos distintos. Ressaltando que qualquer município, de qualquer estado pode inscrever a sua experiência em qualquer período.

I – de 17/07/2020 a 26/07/2020;

II – de 21/08/2020 a 30/08/2020;

III – de 18/09/2020 a 27/09/2020.

Para inscrever sua experiência, é necessário antes realizar sua inscrição no I Congresso Virtual do Conasems.

Leia na íntegra o regulamento.

Vale ressaltar que as experiências submetidas devem ter sido efetivamente implementadas no território. Além disso, na 1ª Mostra Virtual “Brasil, aqui tem SUS – Enfrentamento à COVID-19” não haverá premiações, já que o intuito é divulgar boas ideias e valorizar o trabalho dos gestores municipais e das equipes de saúde.

Todos os trabalhos inscritos vão compor um repositório online a ser disponibilizado pelo Conasems e os 300 melhores pontuados, selecionado pelos seus respectivos Cosems vão integrar o Catálogo de experiências elaborado pelo Conasems.

Dentre os 300 projetos de destaque, será feita uma seleção da melhor experiência por estado e por região geográfica do paísOs autores desses trabalhos selecionados serão convidados para participar de lives que estão previstas na grade de programação do 1º Congresso Virtual do Conasems para apresentação das experiências para o público.  A primeira live (que apresentará trabalhos inscritos no primeiro bloco) está prevista para 25/08/2020, as datas serão confirmadas e divulgadas no Portal do Congresso


 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Conasems.