PROJETO ZIKALAB COMEÇA NO AMAZONAS COM DEZ MUNICÍPIOS

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 60

Dez cidades do Amazonas começaram a receber capacitação para diagnosticar microcefalia e trabalhar na prevenção do Zica vírus. O projeto ZikaLab, realizado numa parceria entre o Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems-AM), Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), Ministério da Saúde e Johnson&Johnson, proporcionou um treinamento de 60 horas a profissionais de saúde dos municípios de Manaus, Autazes, Barcelos, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Iranduba, Manaquiri, Nova Olinda do Norte, Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva.

De acordo com o presidente do Cosems-AM, Januário Neto, um ponto importante do projeto ZikaLab é a multiplicação do conhecimento para a rede de Saúde do interior do Estado. “O que acontece hoje é que os casos de média e alta complexidade estão concentrados na capital, o que obriga o morador do interior a se mudar para Manaus para buscar tratamento. Precisamos interiorizar a saúde para que a população do Amazonas tenha uma boa oferta desse serviço público em sua própria cidade”, comentou.

A microcefalia causa a malformação do cérebro do bebê. A doença pode ser diagnosticada ainda na gestação, no nascimento, ou nos primeiros anos de vida. Em 2017, seis estados brasileiros decretaram estado de emergência e viraram assunto na mídia internacional. O país, na época, enfrentou o maior problema de saúde pública dos últimos anos: o Vírus Zika e sua associação com o elevado número de casos de nascimento de bebês com microcefalia. O vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, espalhou-se rapidamente por todas as regiões, alcançando outros países da América, até ser considerada emergência internacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

No curso de capacitação oferecido pelo projeto ZikaLab, os profissionais de saúde, por meio de ações intersetoriais (Saúde, Educação e Assistência Social) e do “Manual técnico de formação do trabalhador de saúde no contexto do vírus zika”, aprenderam técnicas para melhorar a atenção e o cuidado às famílias e crianças no enfrentamento ao vírus Zika e a microcefalia.

 

 #ZikaLab

Fonte: Comunicação Cosems-AM.