COSEMS-AM REALIZA CAPACITAÇÃO SOBRE O NOVO SISTEMA DigiSUS

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 228


A Secretaria Executiva do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas COSEMS-AM, está promovendo à Secretaria de Estado de Saúde  SUSAM a capacitação sobre o novo sistema DigiSUS com foco nos gestores de saúde e nos técnicos responsáveis pelo preenchimento do Sistema.

A capacitação visa à atualização geral sobre o sistema DigiSUS e sua importância como ferramenta de gestão, além de sua normatização e operacionalização. A primeira turma está sendo capacitada hoje (26) por Priscila Lacerda GPS/DEPLAN/SUSAM, com 35 participantes entre Secretários de Saúde e Técnicos dos Municípios, a próxima turma será no dia 28 de Fevereiro.


A Capacitação tem como Conteúdo Programático:

1. Principais Características do DigiSUS;
2. Informações Gerais (Normatização, Operacionalização);
3. Conhecendo a página/Relatórios, Indicadores;
4. Acesso ao Sistema - Conhecendo o Sistema de Preenchimento e
Sugestões;
5. Espaço para Dúvidas.


 

 

Fonte: Comunicação Cosems-Am.

 

PARLAMENTARES ENTRAM NA LUTA PELO MAIS MÉDICOS NO AMAZONAS

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 131


Criar um grupo de trabalho envolvendo a Assembleia Legislativa, deputados federais e senadores para acompanhar de perto a situação do programa Mais Médicos no interior do Amazonas. Essa foi a proposta da deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) durante debate sobre o tema no plenário da ALE na manhã desta quarta-feira (20/02). O presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (COSEMS-AM), Januário Neto, esteve na Casa para expor o quadro alarmante da saúde no interior do Estado sem a presença dos profissionais do programa Mais Médicos.

“Nesse primeiro momento a gente precisa garantir a reposição dos profissionais, ou seja, precisa de uma política urgente para provimento desses profissionais uma vez que existia um programa federal que contemplava toda essas vagas”, argumentou o Januário Neto, lembrando que, atualmente, mais de 600 mil pessoas no interior do Amazonas estão sem qualquer assistência de um médico.

O presidente do COSEMS-AM ressaltou a importância do envolvimento dos parlamentares amazonenses nessa luta pela saúde do Amazonas. “Até então, estávamos marchando sozinhos nessa batalha para trazer de volta ao interior os médicos cubanos que deixaram nossos municípios há seis meses. Com o compromisso dos parlamentares, nossa voz ganha mais força, principalmente em Brasília”, comemorou.

A deputada Alessandra Campêlo foi firme na defesa do programa Mais Médicos no Amazonas. “A questão é que nós precisamos do médico lá no interior, seja ele cubano, nigeriano, americano, amazonense, paulista, enfim, a gente precisa de um médico formado, capacitado, atendendo no interior do Estado. E o custo amazônico, se for o caso, vai ter que ser inserido nessa contratação”, disse a parlamentar.

Também participaram do debate os deputados Mayara Pinheiro (PP), Wilker Barreto (PHS), Delegado Péricles (PSL) e Serafim Corrêa (PSB).
 

 

Fonte: Comunicação Cosems-Am.

 

UNA-SUS lança cursos do Programa de Qualificação Profissional em Urgência e Emergência na Atenção Básica

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 134

 

Os módulos tratam das práticas éticas e legais no enfrentamento da morte, Política Nacional de Humanização e abordagens de adultos em situações de urgência e emergência na Atenção Básica.

Estão abertas as matrículas para três cursos que fazem parte do Programa de Qualificação Profissional em Urgência e Emergência na Atenção Básica, oferecido pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), integrante da Rede UNA-SUS.

O Programa de Qualificação pretende qualificar os trabalhadores que atuam na Atenção Básica do Sistema Único de Saúde para o atendimento inicial de situações de urgência e emergência, que podem ocorrer na comunidade ou nos serviços em que os profissionais atuam.

Para se matricular, acesse o site.

Com os cursos, espera-se que os profissionais de saúde identifiquem a gravidade do estado de saúde dos usuários, por meio da avaliação de sinais e sintomas, detectem rapidamente alterações fisiológicas e possam manter as funções vitais até que se defina o diagnóstico e o tratamento adequado seja iniciado, explica a Coordenadora Técnico-pedagógica da UNA-SUS/UFPE, Josiane Machiavelli. "Se os profissionais de saúde realizarem os procedimentos que lhes cabem, a assistência será mais resolutiva e certamente haverá diminuição da morbimortalidade da população”, diz.

O Programa de Qualificação é composto por treze cursos, ofertados a distância na modalidade coinstrucional, ou seja, não contam com tutores, no entanto disponibilizam fóruns de discussões, com questões norteadoras para os debates, para que os participantes possam interagir e compartilhar conhecimentos acerca das temáticas tratadas. Os cursos contam também com imagens, fluxogramas, vídeos, casos clínicos e textos para auxiliar na compreensão dos temas que serão abordados.

Neste momento, serão lançando três cursos, confira:

Abordagens de adultos em situações de urgência e emergência na Atenção Básica

Este curso busca apresentar, de forma introdutória, uma visão simplificada da sistematização do atendimento ao adulto diante de situações de urgência e emergência, a partir da definição de prioridades baseadas na mnemônica do ABCDE, com a proposta de uniformizar o atendimento.

Para se matricular, clique aqui. 

Política Nacional de Humanização

O curso trata especificamente da Política Nacional de Humanização, que existe desde 2003 com a proposta de efetivar os princípios do SUS no cotidiano das práticas de atenção e gestão da saúde, entendendo que os serviços de saúde necessitam mudar a forma de atender à população, acolhendo-a de forma digna, trazendo, para as portas de entrada dos serviços, o acolhimento com classificação de risco, sempre respeitando os direitos da população, com um atendimento no tempo certo e com equidade.

Para se matricular, clique aqui. 

Práticas éticas e legais no enfrentamento da morte

O curso aborda aspectos para o entendimento dos processos fisiológicos do processo de morte, bem como o conhecimento acerca das causas de morte e suas repercussões legais propiciam tanto um ambiente de maior segurança na realização de condutas por parte dos profissionais de saúde quanto um cenário de maior preservação de possíveis provas criminais, auxiliando no processo de busca por justiça, aspectos estes que serão abordados no curso.  

Para se matricular, clique aqui. 

Fonte: SE/UNA-SUS, com informações da UNA-SUS/UFPE.

 

Associação Brasileira de Enfermagem ABEn realizará o 71º Congresso Brasileiro de Enfermagem

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 271

 

O 71º CBEn e demais eventos promovidos pela ABEn Nacional e realizados pela ABEn Seção Amazonas acontecerão na cidade de Manaus – Amazonas, no período de 11 a 14 de novembro de 2019. 

O estado do Amazonas teve o privilégio de sediar dois Congressos Brasileiros de Enfermagem, organizados nos anos de 1971 e 1982, ressaltando que o último Congresso foi realizado há 37 anos. 

Deste modo, a programação científica do 71º CBEn é orientada pelo tema central “Enfermagem e os sentidos da Equidade”. Este tema se desdobrará também para o desenvolvimento da 12º  Jornada Brasileira de Enfermagem Geeerontológica- JBEG e do 5º Seminário Internacional sobre o trabalho em Enfermagem – SITEn.


Foram definidos três eixos temáticos, a saber: Eixo 1 – Desafios para uma prática com justiça social e sustentabilidade ambiental; Eixo 2 – Desafios para uma pratica com justiça social e grupos sociais heterogêneos: classes, gênero, geração, raça/etnias e intercultura, e Eixo 3 – Desafios para a produção do cuidado de enfermagem a pessoas, famílias e comunidades em situação de vulnerabilidade.

Para mais informações: Aqui

Inscrições: Aqui

 

Fonte: Comunicação CBEn.

 

Januário Neto é reconduzido à presidência do COSEMS/AM

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 428

 

O Secretário Municipal de Saúde de Manaquiri, Januário Neto, foi reconduzido por aclamação ao cargo de presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (COSEMS-AM), durante assembleia realizada na manhã desta segunda-feira (17/12), na sede da instituição. Januário Neto comandará o COSEMS-AM no biênio 2019-2020.

A chapa aclamada conta ainda com 1º Vice- Presidente Maria Adriana Moreira - Tefé, 2º Vice – Presidente Manuel Barbosa de Lima - Boca do Acre, 1º Secretário Aurimar Simões Tavares - São Sebastião do Uatumã, 2º Secretário Cleomar Scandolara - Humaitá, 3º Secretário Clerton Rodrigues Florêncio -Parintins, 1º Tesoureiro Laene Conceição Gadelha - Nova Olinda do Norte, 2º Tesoureiro Lysandra Nivea Guimarães - Boa Vista do Ramos, 3º Tesoureiro Maria Nazaré da Silva Rocha - Amaturá

Para Januário Neto, os municípios terão grandes desafios nos próximos anos para continuarem a oferecer um serviço de saúde digno à população do interior do Amazonas. “A primeira batalha já está sendo travada, que é a questão dos Mais Médicos. Estamos lutando para que os nossos municípios recomponham, o mais rápido possível, suas equipes que foram desfalcadas com a saída dos cubanos do programa”, afirmou o presidente.

Outra questão que deve entrar na pauta do COSEMS-AM nos próximos anos é o repasse de recursos que já são de direito para a saúde dos municípios, mas que o Governo do Estado permanece contingenciando. “Sem esses recursos a saúde no interior do Amazonas fica praticamente inviabilizada. As prefeituras não têm caixa para custear o serviço em 100%. Os governos Federal e Estadual precisam dar as suas contrapartidas”, afirmou Januário.

Fonte: Comunicação Cosems-AM.