Oficina Nacional da Rede Conasems/Cosems de Comunicadores reúne assessores de todas as regiões do país

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 71

 


A 1ª Oficina Nacional da Rede Conasems/Cosems de Comunicadores, promovida pelo Conasems, reuniu em Brasília assessores de comunicação de todas as regiões do país. O evento aconteceu durante os dias 18 e 19 de novembro, compondo a programação do VI Encontro Internacional de Comunicação em Saúde, realizado pelo Laboratório de Educação, Informação e Comunicação em Saúde da Universidade de Brasília (ECOS/UnB). A oficina abordou, por meio de palestras e dinâmicas, estratégias de abordagem dos principais temas que envolvem a gestão municipal do SUS. A abertura do Encontro contou com a presença da diretora adjunta de Comunicação do Conasems, Iolete Soares, que também marcou presença nas atividades da oficina dos comunicadores.

A diretora do ECoS/UnB, Valéria Mendonça, coordenou a oficina. Segundo ela, foi uma oportunidade ímpar reunir os assessores de 23 Cosems durante a programação do VI ComSaude, que comemorou os 10 anos do Laboratório ECoS. “Os profissionais mostraram seus talentos e criatividade em perseverarem um projeto político e técnico de fortalecimento da comunicação em saúde para a tomada de decisão dos gestores municipais no SUS”
Além da oficina, a assessoria de comunicação do Conasems apresentou na quarta-feira (20) a palestra “Ainda há espaços para o ineditismo na comunicação em saúde?”, sobre os principais produtos da entidade. De acordo com Luiz Filipe Barcelos, assessor de comunicação do Conasems, a capilaridade alcançada pela Rede só é possível a partir de um complexo de estratégias de comunicação implementadas nos últimos anos. “A Rede Conasems/Cosems se consolida em ações diárias para subsidiar os gestores e trabalhadores do SUS de forma ágil e qualificada”.

Adriane Cruz, assessora de imprensa do Conass, comentou sobre a importância da comunicação para todos os níveis de gestão.  “É preciso trabalhar a imagem do SUS de forma intensa, com apoio de profissionais qualificados e com uma outra abordagem, para que seja possível mudar o imaginário da população em relação a saúde pública que a mídia de massa fomenta. Esse deve ser o foco do nosso trabalho”.

O professor da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília, Fernando Paulino, destacou que o trabalho da comunicação perpassa por vários processos. “Nosso trabalho como comunicadores não se baseia somente em produzir conteúdo, mas também em entender como isso vai ser repercutido. Acredito que um caminho é substituir a ideia de “falar para” para uma perspectiva de “expressar com”.


O Conasems também promoveu a mostra cinematográfica “O SUS que não se vê na mídia” com a websérie Brasil, aqui tem SUS. Talita Carvalho, da equipe de comunicação do Conasems, destacou a importância dos webdocs para a comunicação da entidade. “Após a produção de 56 vídeos sobre diversas experiências exitosas, temos hoje um acervo muito valioso para a gestão municipal do SUS, que também significa um registro histórico”.

A repercussão dos vídeos, que se transformaram em ferramentas de disseminação de boas ideias, também foi destaque da apresentação. “Gestores comentam que estão replicando os projetos que conheceram a partir dos vídeos e várias equipes de saúde começaram a utilizar como material de trabalho, ou seja, os desdobramentos são inúmeros e muito grandiosos. Os números de visualizações estão aumentando a cada vídeo, mas acreditamos que o alcance é muito mais real que virtual”

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Conasems.

 

UBS Fluvial de Parintins chega a mais de 1.700 atendimentos em menos de um mês

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 266

 

Em mais uma semana de trabalho, a Unidade Básica de Saúde Fluvial Lígia Loyola promoveu, na semana que passou, 382 atendimentos aos moradores da zona rural do município. Foram beneficiados residentes nas comunidades do São Sebastião do Saracura, Nossa Senhora de Fátima do Araçatuba e Sagrado Coração de Jesus da Costa da Águia, entre os dias 8 e 11 de novembro. O acumulado desde a primeira viagem ultrapassa 1.770 pessoas assistidas.


Destaque para os atendimentos médicos que somaram 104 procedimentos, de enfermagem 96 consultas, 54 atendimentos odontológicos, além de 200 medicamentos dispensados após prescrição médica.


"Em menos de um mês de trabalho, a UBS Fluvial de Parintins, inaugurada em 14 de outubro, promoveu cerca de 1.700 atendimentos. Isso é o resultado de investimento voltado ao bem-estar do cidadão, que está recebendo atendimento em sua própria comunidade ", destacou o prefeito Bi  Garcia.


Nesta semana a embarcação estará no Borralho, Vila Nova, Ilha das Onças e Ilha das Guaribas.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação de Parintins-AM.

 

São Gabriel de Cachoeira ganha prêmio “Campeões Contra a Malária 2019”

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 161

 

O município de São Gabriel de Cachoeira ficou em segundo lugar no prêmio “Campeões Contra a Malária 2019”. A premiação, realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) – órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) -, e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), foi realizada na sede da instituição, em Washington (EUA). O prefeito de São Gabriel, Clóvis Saldanha, e o secretário de Saúde do município, Fábio Sampaio, receberam o prêmio.


O trabalho premiado consistiu no projeto de controle da malária esse ano. Em 2018, o município sofreu uma forte epidemia da doença, o que obrigou órgãos locais como a Secretaria Municipal de Saúde, Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) e Exército Brasileiro a se unir para combater a doença.

A situação foi contornada com o trabalho de controle vetorial, identificação das áreas infestadas pela malária e o tratamento dos doentes. O resultado, além de conter o surto, foi a premiação chancelada pela ONU.

O “Dia da Malária nas Américas” é comemorado anualmente no dia 6 de novembro. Foi estabelecido pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) em 2007, após a 27ª Conferência Sanitária Pan-Americana. O combate à doença é um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

O número de casos de malária no Amazonas reduziu 18,5% entre janeiro e outubro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), que, nesta quarta-feira (06/11), juntamente com secretarias municipais, mobiliza suas esquipes em atividades internas e externas em alusão ao “Dia da Malária nas Américas”.

Os dados epidemiológicos da FVS mostram que de janeiro a outubro de 2019 foram notificados 52.579 casos da doença. Em 2018, no mesmo período, os casos  notificados estava na casa de 64.545 – 11.966 a mais. Uma redução de 18,5%.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cosems-AM.

 

PREFEITURA DE MANACAPURU INAUGURA UBS NA VILA DO JACARÉ

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 172

 

A Prefeitura de Manacapuru por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) inaugurou no dia 30 de Outubro, na Vila do Jacaré a UBS Severino Ferreira do Nascimento.

A obra que encontrava-se em total abandono, foi retomada pelo Prefeito Beto D’Angelo que entregou o novo prédio com um espaço amplo, equipamentos e móveis novos, para que a equipe de saúde composta por 15 profissionais, entre agentes comunitários de saúde, técnicos de enfermagem, enfermeiros e médico, possam atender a comunidade com mais conforto de qualidade.

“Essa foi uma promessa de Campanha, que hoje entrego com muita satisfação e alegria aos nossos amigos da Vila do Jacaré,para que todos possam fazer o bom uso desse lugar e dos serviços de saúde” destacou o Prefeito Beto D’Angelo.

O Presidente da Comunidade Jones Medeiros falou da importância dessa obra para a Vila do Jacaré “essa Unidade é um patrimônio para nossa Comunidade, visto que na outra administração esse lugar tinha esquecido pelo gestor e hoje é com muito entusiasmo que vemos nossa Vila sendo valorizada novamente, pois não é só a entrega da UBS, mas o conjunto de obras que vêm sendo feito aqui. E em nome da comunidade agradeço ao Prefeito Beto D’Angelo pelo carinho e comprometimento com essa comunidade”. Disse.

O Evento reuniu Vereadores, Secretários, servidores da saúde e educação, além da própria comunidade que fez questão de prestigiar a entrega da obra.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação de Manacapuru-AM.

 

MUNICÍPIOS DO AMAZONAS REALIZAM AÇÕES DA CAMPANHA OUTUBRO ROSA

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 289

Outubro Rosa é uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero. Com esse intuito, muitos Municípios do Amazonas empenharam-se nesta missão.

PARINTINS 

 

ANAMÃ

 

 

BORBA

 

 

BOA VISTA DO RAMOS

 

 

CAAPIRANGA

 

 

CAREIRO

 

 

HUMAITÁ

 

 

IPIXUNA

 

 

JURUÁ

 

 

MANICORÉ

 

 

MARAÃ

 

 

NOVA OLINDA DO NORTE

 

 

SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA

 

 

SÃO SEBASTIÃO DO UATUMÃ

 

 

TEFÉ

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cosems-AM.

 

SECRETÁRIOS DISCUTEM NOVO FINANCIAMENTO PARA A SAÚDE

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 109

 

 

 

Discutir um novo modelo para o financiamento federal da Saúde nos municípios. Este é o objetivo do 3º Fórum de Financiamento da Atenção Primária, evento do Ministério da Saúde que conta com o apoio e parceria do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASEMS) e Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (COSEMS/AM). O encontro está sendo realizado nesta terça-feira (22/10), no Manaus Plaza Shopping com a participação de técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (SUSAM) e secretários municipais de saúde dos municípios amazonenses.

“Já foram visitados 12 estados brasileiros e percebemos que o modelo atual não está atendendo as demandas dos municípios. Eu mesmo já visitei seis estados e percebi que há grandes diferenças entre as regiões. O que funciona aqui no Amazonas, por exemplo, não funciona no Rio de Janeiro, e o mesmo acontece com os demais estados. Por isso é importante ouvir os gestores para fazer ajustes no modelo de financiamento”, comentou o diretor financeiro do CONASEMS Hisham Hamida.

Para o presidente do COSEMS/AM, Januário Neto, o mais importante nesse movimento é a possibilidade de os municípios construírem, juntos, o novo modelo com o Governo Federal e os Estados. “Desta forma, os gestores municipais conseguem desenvolver suas políticas públicas de acordo com suas reais necessidades. Ou seja, os processos deixam de ser engessados pelo Ministério da Saúde”, explicou.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cosems-AM.