Última semana para inscrição do Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal 2019

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 386

 

 



Falta apenas uma semana para o fim das inscrições do Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal 2019. O prêmio que reconhece e valoriza municípios brasileiros que se destacaram na implantação e efetivação das políticas públicas de saúde bucal finaliza as inscrições na próxima quinta-feira, dia 22 de agosto.

Para garantir a participação os municípios devem encaminhar um ofício para o Conselho Regional de Odontologia (CRO), no estado, com o assunto “Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal 2019”, conforme prevê a Resolução 205/2019. A solicitação da inscrição deverá ser feita junto com a documentação exigida que comprove as ações do município em prol da saúde bucal.

A primeira colocação das categorias recebe uma cadeira odontológica, com mochos e equipo para acionamento e controle de seringas tríplice, micromotores e turbinas; suctor para coleta de dejetos através de cuspideira/sugadores e refletor odontológico. Os municípios classificados do segundo ao quinto lugar receberão placas alusivas e os demais inscritos receberão certificado de participação.

Pela primeira vez, municípios com até 20 mil habitantes das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul concorrem entre si para premiação de cadeiras odontológicas com equipo por meio do Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal. As novas categorias populacionais ganharam destaque como forma de priorizar o atendimento de qualidade nas regiões mais carentes e com acesso limitado à saúde bucal.

Neste ano serão nove grupos para concorrer: (I) municípios com até 20.000 habitantes das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, contabilizando cinco grupos; (II) municípios entre 20.001 e 50.000 habitantes; (III) municípios entre 50.001 e 100.000 habitantes; (IV) municípios entre 100.001 e 500.000 habitantes e (V) os municípios com mais de 500.000 habitantes – que inclui o Distrito Federal.

Sobre o prêmio

O prêmio foi instituído há 14 anos pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) para homenagear, anualmente, os municípios que mais investiram na implantação e efetivação de políticas públicas de saúde bucal.

Em 2018, o prêmio foi reformulado por meio da Resolução CFO 191/2018 e passou a se denominar “Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal”. Neste ano, a premiação está prevista para acontecer no último trimestre e busca ampliar, ainda mais, o número de municípios participantes.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFO.

 

COSEMS-AM RECEBE VISITA DE AUDITORES DO TCE E FIRMA PARCERIA

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 389

 


 

Na manhã desta quinta feira (15), Raquel Cézar Machado e Rodrigo Valadão De Souza, ambos auditores externos do Tribunal de Contas do Estado – TCE, conheceram a sede do Cosems-AM.

Rodrigo e Raquel fazem parte de um novo departamento do TCE que tratará especificamente sobre a Saúde do Estado do Amazonas.  Durante a visita, os auditores reuniram-se com o Presidente do Conselho, Januário Neto e com os Apoiadores Regionais.

A pauta do encontro foi a notificação dos municípios em relação aos instrumentos de planejamento, além de demonstrar as dificuldades que os gestores sofrem para que sejam lançados os dados nos sistemas de informação SargSUS e DigiSUS. Também foram elucidados todos os casos específicos, e atualizados os dados aos representantes do tribunal em relação aos municípios e seus respectivos instrumentos de planejamento.

O COSEMS-AM vai disponibilizar um treinamento nas ferramentas para os auditores e será criada uma nota conjunta entre o TCE e o COSEMS-AM referente à questão de informação de dados no Sistema.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Cosems-AM.

 

ATENÇÃO

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 311

 


 

Fonte: Assessoria de Comunicação da FIOCRUZ.

 

16° Conferência Nacional de Saúde destaca o tema “Democracia e Saúde”

por Comunicação Cosems-AM
em News
Acessos: 359

Convidados da cerimônia de abertura enfatizaram os princípios do Sistema Único de Saúde e a necessidade da revogação da EC 95

A abertura da 16° Conferência Nacional de Saúde aconteceu neste domingo (04), o evento seguiu até o dia 7 de agosto, em Brasília. A conferência, que este ano trouxe o tema “Democracia e Saúde”, contou com a presença de milhares profissionais de saúde, gestores(as), usuários(as), pesquisadores(as), além de diversos ativistas do Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o Brasil.

O presidente do Conasems, Wilames Freire, esteve presente na cerimônia de abertura, que contou com a participação de conselheiros e conselheiras de saúde representantes de movimentos sociais, presidente Conselho Nacional de Saúde (CNS), Fernando Pigatto, o ex-presidente do CNS, Ronald Ferreira, o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, o presidente do Conass, Alberto Beltrame, a deputada Carmen Zanotto, a diretora da OPAS, Socorro Gross, ex ministros da saúde e outras autoridades.

Durante seu discurso, o presidente do Conasems reafirmou o apoio da instituição à Conferência e enfatizou a importância da defesa do Sistema Único de Saúde. “Nós estamos aqui trabalhando pelo SUS. O povo brasileiro espera de nós a defesa desse Sistema, que é o maior programa de inclusão social do mundo. O Conasems estará presente nessa conferência firme e forte, somando com os usuários e trabalhadores na defesa dos princípios do SUS e, acima de tudo, construindo propostas para que possamos ter um Sistema Único de Saúde cada vez mais forte”.
A revogação da Emenda Constitucional 95, que congela os gastos em saúde por 20 anos, foi destacada. “A revogação da EC 95 é para ontem. Essa emenda é maléfica para o SUS, nós temos que usar nossa força e poder de agregação para lutarmos pela revogação dessa Emenda”, afirmou Freire.

Pigatto, presidente do CNS, também citou a EC 95. “Somos contra emendas radicais que congelam investimentos em saúde, que acabam com os direitos sociais previdenciários e trabalhistas. Também somos contra propostas de diminuição da cobertura universal do SUS que defende que ele deve ser apenas procedimentos simples voltados para os mais pobres, isso é um retrocesso, significa voltar 40 anos na história da saúde pública do Brasil”.

O presidente do CNS ressaltou que o SUS é uma política de estado e não de governo. “Nós todos temos diferenças e divergências, mas devemos fazer nosso trabalho a partir do diálogo e do trabalho em conjunto. Temos muito o que avançar e precisamos cada vez mais somar forças na defesa do SUS. Temos que celebrar juntos todas as diferenças que existem entre nós. Essa é a verdadeira democracia que pregamos”

Confira o vídeo com a Cerimônia abertura


Leia a reportagem do Conselho Nacional de Saúde sobre a abertura da 16ª CNS

Mais sobre a 8ª + 8 Conferência Nacional de Saúde

A 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª+8) é organizada pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e realizada pelo Ministério da Saúde (MS). Considerada o maior espaço de participação social do Brasil, o evento reúne mais de cinco mil pessoas de todo o país para propor melhorias ao Sistema Único de Saúde (SUS), sendo um resgate à 8ª Conferência, realizada em 1986, responsável por definir as bases para construção do SUS na Constituição de 1988.

O relatório final do evento vai gerar subsídios para a elaboração do Plano Plurianual 2020- 2023 e do Plano Nacional de Saúde. Com o tema central “Democracia e Saúde”, a conferência tem três eixos temáticos, sendo: Saúde como direito, Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e Financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do CONASEMS.